Páginas

12 de jun de 2009

Toritos Peruanos no telhado

Quando viajei para o Peru uma das coisas que me chamou a atenção foram as estátuas de cerâmica de tourinhos nos telhados das casas. Tem vários deles, sempre em par, principalmente no caminho que o trem faz, na saída de Cuzco até Aguas Calientes, na região do Vale Sagrado. Voltei de Machu Picchu maravilhada e diga-se de passagem - mega energizada! Parece chavão mas realmente é um lugar que nos toca no íntimo e nos põe a pensar ... Como que um lugar desses ficou tanto tempo incógnito? O que aquele povo que morou lá passou? Quais seus dramas? Quais suas felicidades? O porque de algumas tradições... e outra também, penso que devia ser um povo em ótima forma física já que tinha tanta escada ... váaarias subidas e descidas clássicas pra um bom step! Enfim, voltei tri empolgada e comprei várias lembranças dessa trip! Uma delas foi esses "toritos", escolhi os menorzinhos pois fiquei com medo de quebrar na volta da viagem, são bem frágeis. Agora que estou nessa fase de construção de casa é que lamentei não ter trazido os maiores, pois esses é que são os ideais pra se colocar na cumeeira do telhado, podem ser cimentados ou amarrados na chaminé da lareira, fica originalíssimo! Porém dei sorte, um amigo foi recentemente de férias pro Perú e me trouxe como encomenda, agora sim me sinto afortunada, pois vou ter essa tradição peruana continuada na minha casa. Os toritos surgiram na época colonial e reza a lenda que trazem felicidade, bem estar e proteção para a família; por isso são colocados lá em cima do telhado na casa, para melhor olhar e proteger. São considerados também como símbolos da fertilidade. Tudo em reverência à Pacha Mama, que é muito mais que o lugar. O homem não só vive na Pacha Mama, como faz parte dela. Ela representa a vida, pois é provedora do alimento e do abrigo, sempre auxiliada pelo sol e pela lua. E assim o ciclo da vida se renova com as estações do ano, a fertilidade, a vida, a morte e o renascimento. Pra entender melhor: Pacha é o "universo, mundo, tempo, lugar" e Mama é a "Mãe terra". É a deidade (fonte de tudo aquilo que é divino) máxima dos Andes peruanos, bolivianos, do noroeste argentino e do extremo norte do Chile.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi!
Sua opinião é preciosa pra mim, obrigada pela paradinha aqui...
"Hey, you're welcome, thanks for stopping by..."
Fran

Related Posts with Thumbnails